domingo, 16 de outubro de 2016

DANIEL BACELAR: "On The Road Again"



Para satisfazer diversas solicitações, é com renovado prazer que Rato Records apresenta aqui de novo este album de Daniel Bacelar. São 11 temas gravados entre 2006 e 2010, quase como por acaso, e em que o suporte musical esteve totalmente a cargo do Zé Pino, guitarrista de eleição e amigo de sempre do Daniel. Num País dado a vaidades bacocas e interesses comezinhos, é reconfortante saber que existem pessoas para as quais o facto de se sentirem felizes é a única recompensa que desejam alcançar pelo seu trabalho. O Daniel e o Zé são duas dessas pessoas especiais, que puseram nestas gravações o melhor de si próprios, e que agora as disponibilizam a todos os amigos da música e deste blogue em especial. Um grande obrigado aos dois!


"NUNCA"
(Daniel Bacelar)

Nunca me deixes
não não partas assim
tu estás tão longe
e eu sinto-te tão perto de mim.
O amor é forte
não tem fronteiras p'ra mim
não me abandones agora
que eu necessito de ti.
Nunca me esqueças
pois tu és tudo p'ra mim
sempre que penso em ti
sinto uma tristeza sem fim.
Porque eu te amo
e tu estás tão longe de mim
tão longe de mim
tão longe de mim
tão longe de mim
tão longe de mim
tão longe de mim
tão longe de mim
...

16 comentários:

Karocha disse...

Bem apessoado o Daniel, sim senhor ;-)

miguel rodrigues disse...

Rato:
Obrigado pelo presente!
vou ouvir com prazer!
abs!
Miguel

Nowhereman disse...

E tu, amigo Rato, és a terceira pessoa "especial" que nos vais continuando a dar estas pequenas (grandes) alegrias.
Parabéns aos três por divulgarem algo tão precioso como são todas estas gravações do Daniel Bacelar. Já ouvi o CD e quedei-me pasmado com a qualidade dos temas. E não me refiro apenas às brilhantes interpretações mas também ao som que está magnífico.
Um album que certamente seria um êxito junto ao grande público, caso as editoras "oficiais" se interessassem minimamente por estas coisas da música. Mas é gentinha que está no ramo como podia estar noutro sítio qualquer - num talho, por exemplo, a vender carne por atado (e não tenho nada contra os talhantes, sou até um bom apreciador de carne). Mas de qualquer modo estou convencido que este belissimo CD vai ter mesmo assim grande divulgação, pois felizmente o Blog do Rato chega aos quatro cantos do mundo (como se viu recentemente pela tentativa de o calarem).
Longa vida e que venham mais jóias destas. Todos nós agradecemos.

Carlos disse...

Carlos disse...

Parabéns ao Daniel, ao Zé Pino e também para ti Jota, pela magnífica ideia que tiveste, sempre com bom gosto e qualidade.
A clareza e a limpidez da maravilhosa voz do Daniel mantém-se.Pode-se mesmo dizer que a sua voz quase se mantém jovem.O Zé Pino é um virtuoso que nos habituou a trabalhos instrumentais de grande qualidade. Apresenta aqui uma "orquestração" (se assim se pode chamar)de prestígio. Espectacular!
Por isso, o resultado final deste trabalho (como que de actualização)só poderia ser óptimo.
Já agora, acresce referir algumas das qualidades do Daniel, que é um homem simples, integro,afável, amigo do seu amigo, extremamente humano e solidário. É realmente um bom amigo, no sentido lato da palavra e, na minha modesta opinião, esta é a forma perfeita de o homenagearmos e de o reconhecermos no seu todo.
Estamos todos de parabéns.
Abraço,

Carlos

Billy Rider disse...

Mas que surpresa agradável esta! Não fazia ideia que o Daniel Bacelar ainda era capaz de toda esta genica. Sempre é verdade o que se costuma dizer, que "quem corre por gosto não se cansa". E realmente nota-se aqui a grande paixão do DB pelos rockers dos anos 50. As versões de "On The Road Again" e "I've Got A Woman" são uma pequena maravilha de força e garra interpretativa. Mas os outros temas também estão magníficos, muitos furos acima do que se ouve por aí.
Uma referência ainda ao "Nunca", um dos temas do Daniel Bacelar que sempre pertenceu ao lote dos meus favoritos, quer do reportório dele quer da música portuguesa em geral - esta nova versão está girissima, muito bem orquestrada, mas, e o Daniel que me perdoe, continuo a preferir a versão original, devido talvez à sua simplicidade e provavelmente também ao valor nostálgico da mesma: muito tocava essa música nos bailaricos da minha juventude...
Para ti, Rato, não vale a pena repetir-me, sabes bem como aprecio todo o teu trabalho na divulgação das músicas dos "bons velhos tempos". Mas todo o grafisnmo posto nesta "embalagem" faz corar de vergonha muita coisa "oficial" que vemos todos os dias escarrapachada nos escaparates das lojas de música. Que pena um talento como o teu não ser devidamente aproveitado.
Os meus parabéns e agradecimentos a todos vocês.

gin-tonic disse...

Rato:
Os blogues, ao contrário dos homens, podem ressuscitar.
Um abraço
Daniel:
Dizer-te qualquer coisa sobre este disco é completamente chover no molhado, porque ao longo destes anos tenho vindo a dizer-te que pões muita da rapaziada que anda por aí num chinelo.
Talvez este disco seja o toque final para que, de uma vez por todas, te deixes de mariquices e apareças no "Maxime".
Também um abraço

Aida disse...

Um dia o Daniel deu-me boleia e no rádio do carro estava a tocar "Over The Rainbow" e lembro-me de ter dito que era uma bela interpretação. A Fernanda estão disse que era o Daniel que estava a cantar.
A surpresa foi de tal ordem que gentilmente me enviaram um CD "Daniel Bacelar Só Para Amigos" com "Over The Rainbow, Travelin'Man, Hello Mary Lou, Lonesome town, I got a woman e Raining my Heart" e sempre que ponho o disco a tocar as pessoas surpreendem-se.
Agora terás que ouvir: pena não teres incluído uma versão actual da "Marcianita". Não estou a ser chata mas gosto muito da canção e acredito que se a cantasses agora seria um "must".
Beijinhos.
Também poara o Rato por nos dar estas pérolas.

DANIEL BACELAR disse...

Meus queridos amigos
Antes de mais,muito obrigado pelas vossa palavras,mas este CD foi feito por amigos e para amigos.
Por amigos,pois desde as fotografias tiradas pelo Pedro Santa Barbara e onde o Ratão foi logo escolher umas que tínhamos tirado no gozo com uma pose à Chefe de Estado (confesso que na realidade faz inveja a qualquer um,pelo menos dos que conheço)até à realização e produção para mim do maior "guitar man" de todos os tempos e grande amigo José Pino (o desgraçado devido á sua vida profissional que nada tem a ver com a música mas os seu enorme amor pela dita,quase que nem tem tempo para dormir)e do Tiago e
Toni Rato em algumas das fachas,foi tudo feito com toda a boa vontade e unicamente para AMIGOS,pois todos nós sabemos que criticar por criticar é fácil,e nunca arriscaria divulgar este nosso trabalho fora do tal circulo de AMIGOS.
ORA É EXACTAMENTE O CASO !
A amizade que me une ao João Carlos (Rato)desde o dia em que teve a peregrina ideia (sem me conhecer pessoalmente)de publicar a compilação de todas as coisas que gravara comercialmente era eu um puto entre os 17 e os 21 anos,deixou-me completamente "de rastos"e passei a frequentar o seu Blog o qual é um autêntico serviço público e totalmente GRÁTIS,de alguém, que realmente adora música como todos nós e....não a guarda para si.
O RATO ESTÁ DE VOLTA!!!
E em boa hora,ultrapassando algumas invejas coisa em que somos tão pródigos.
LONG LIVE THE RATO para nosso prazer e de todos aqueles que gostam destas "coisas".
Que vai descobrir AUTÊNTICAS PRECIOSIDADES na "cabeça de um careca" e que os tais invejosos não deixarão de fazer download ...também!!!
Desculpem esta conversa de CHACHA mas estamos num pais livre quanto mais não seja para livremente nos baixarem o ordenado!!!
Desculpem,mas não resisti!!!!....

Daniel Bacelar

Rato disse...

Daniel
Agora que já viste o "produto" acabado, espero que compreendas a razão da escolha daquela fotografia para a capa - é que é a única em que estás de casaco. Não faria muito sentido apresentar-te logo em mangas de camisa e a seguir, no interior da capa. com o casaco vestido. Estas coisas, se bem que não muito importantes, têm a sua lógica e, como sabes, eu sou muito picuinhas.
Um abraço, e aqui deixo mais um desafio: para quando novas gravações, desta vez todas em português? Como sabes gosto imenso de todas estas versões mas o "Nunca" destaca-se, não há nada como ouvir-te cantar na nossa língua

Tatah Rocker disse...

O Daniel Bacelar é o cara ! Sou fã demais desse carinha !!! Ótima postagem Rato...abraços !

c2 disse...

Vamos esperar pela lista dos Melhores discos do Ano!

JT disse...

E o Marcianita ?

gps disse...

E um disco só com Marcianitas

a) Sérgio Murilo

http://www.youtube.com/watch?v=KrxEtqb-bHg

b) Caetano

http://www.youtube.com/watch?v=4csZZYn3J_E

c) Bobby di Carlo

http://www.youtube.com/watch?v=cVGPCVAc64c

d) Jussara Freire

http://www.youtube.com/watch?v=3yMrN_ua_TI

e) Trapalhões

http://www.youtube.com/watch?v=UQ6MUJrAer8

di(aphanous disse...

Dearest Rato – and everyone involved in the project – I thank you so much for this discovery. And kudos to Mr. Bacelar!

Unknown disse...

Olá. Eu escrevi já há bastante tempo para Daniel Bacelar,sobre a canção Nunca me deixes, que é a nossa (minha e de meu marido) canção de amor.
Gostava imenso de comprar o CD . Podem dizer-me onde me posso dirigir? É que vou fazer 50 anos de casada e adorava ter essa canção.
Muito agradecida.
mendesmaria337@gmail.com

Anónimo disse...

Haverá possibilidade de partilhar link para download?
Muito obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...